sábado, 18 de julho de 2009

Que Bonitinho!

Quem conhece meu blogger sabe que eu não costumo postar textos que não sejam de minha autoria, mas desta vez não pude resistir, vi um depoimento no Orkut para uma mocinha muito querida e nele a autora descreve todo o carinho que sente pela mocinha, fiquei maravilhado com a forma com que ela conseguiu emocionar até a mim. Então sem mais delongas, segue abaixo o texto que estou intitulando de Amor Celeste.

Camila minha muito amada amiga, grande alegria tive ao escrever-te esses mal chamados sonetos. Ao propô-lo quero que cada um tenha por afeição eletiva e elegância promover com muita humildade a sua atenção e estima. Assim estabelecidos minhas razões te entrego com amor os meus dedicados versos.
Camila, menina mulher, o ser mais angelical já formado. Mais doce que o mel, meiga, serena e explosiva, sabe o que quer. Quão radiante ser tu és, trava batalhas para defender seus ideais e por trás de seus medos vemos a coragem de uma mulher. Tu povoas a terra com delicadeza e esplendor. Deixando a todos um pouquinho do seu amor.
Fiel em seus propósitos corre pelos tênues caminhos já traçados até alcançar seus objetivos. Companheira, amiga, bondade exala de ti, por isso meu coração está muito feliz. Ser capaz de muitos atos impensados, atos que na sua essência tem veracidade infinda. As palavras não existem para poder descrever todos os predicados que existem em você.
Quem dera todos pudessem ter essa visão, assim seria mais fácil descrever com exatidão, tudo que existe secreto dentro do meu coração. Amo o ser que tu és, porque das campinas planetárias, outra estrela maior não há. Porque tu repetes a multiplicação do universo E desde então procuro ser o que tu és, e então és, sou e somos e por amor serei, serás e seremos.
Sara Medeiros!

(Leia Mais...)

terça-feira, 14 de julho de 2009

Overdose

Overdose é um termo utilizado cientificamente para denominar a exposição do organismo a grandes doses de uma substância química, seja ela um medicamento, uma droga ou outra substância qualquer.

Esse pequeno texto inicial eu retirei da Wikipédia, depois de ler eu comecei a me achar uma substância qualquer.

Sou uma pessoa bem intensa no que diz respeito ao que sinto, e por muitas vezes sou mal interpretado, sempre tentei controlar isso, mas nunca me senti bem com o fato de ter que reprimir, não me fazia bem, ( acredito que esse seja o maior motivo de eu ter criado esse blogger, pois esse é meu mundo, meu espaço, aberto aos sempre bem vindos visitantes), e desta vez resolvi ser o que sou, mas acredito que esse mundo não foi feito pra mim, não vejo espaço para pessoas como eu. Dramático? Talvez, mas é o que em vinte e seis anos de vida me mostram ser verdade, hoje não estou muito feliz, na verdade nenhum pouco feliz, estou com raiva de mim mesmo, pois conheci uma moça espetacular que muitos dizem coisas das quais não consigo ver, poderia ser por eu estar apaixonado? Sim, mas não acredito nisso, pois sou bem realista e analista, nunca me enganei com o caráter de uma pessoa, mas o fato é de que essas pessoas que estimo muito tentam me jogar pra baixo e luto contra elas e isso me faz querer minutos de paz e esses só estou encontrando na companhia da moça espetacular, que hoje eu percebi que já esta ficando de saco cheio de mim (uma overdose por outra substância qualquer), não me acho grudento no máximo romântico demais e ela até ontem parecia estar muito feliz com tudo isso, mas hoje senti mudanças o que me faz pensar no que estou fazendo de errado? Estou sendo eu, lutando pelo que acredito. Talvez ela não seja a tal moça predestinada a mim, acho bobagem, pois nunca me senti tão bem com outra mulher, nos damos muito bem, mas não sei o que fazer, não sei se dou uma distanciada temporária para ela der repente ela sentir saudades e correr o risco dela não sentir ou se falo tudo que esta se passando e correr o risco dela não querer mais nada pelo fato de algumas pessoas me atormentarem por eu gostar tanto dela. Mas o fato é q gosto muito, tenho medo de perder o que der repente nunca tive e estou me sentindo um adolescentezinho de merda, fraco que não sabe o que fazer.

Esse sou eu, dramático, confuso, romântico, capaz de fazer de tudo pela pessoa que “ama”. Por algumas vezes inconsequente, que mete os pés pelas mãos e que está pouco se fudendo para o que os terceiros dizem. Só querendo uma oportunidade de ser o que sou e como posso ser bom.

(Leia Mais...)

terça-feira, 7 de julho de 2009

Encantado

O melhor de viver um dia de cada vez, é que podemos prestar atenção nas pessoas que conhecemos e quando fazemos isso, sempre nos surpreendemos as vezes para melhor as vezes para pior mas o bom da vida são as surpresas.

Quando a conheci não imaginava que existisse tanta coisa boa escondida atrás de seus olhos desconfiados, olhos esses que hipnotizam que dispersam a atenção do mais concentrado homem e o encanto não para por aqui, pois seu sorriso trás alegrias ao mais lúgubre ser, emana prazer conforta, alegra enfim, simplesmente encantadora. Pessoinha marcante, sempre extrema, na ira ou na serenidade, não veio o mundo para agradar e sim para ser agradada pelo mundo, é uma moça confiante, porém desconfiada, inteligente e articulada, encanta tudo ao seu redor. E sua boca, desenhada pelos Deuses e capaz de doar um beijo mágico e doce que agrada do coração a alma. O mundo deveria lutar por você para que sempre esteja com um sorriso estampado no rosto, guerras foram travadas por muito menos que isso. Veio ao mundo como um demônio em forma de anjo que assusta os que se dizem inteligentes por não tentarem entender a complexidade de um ser que não se deve entender para que não perca o tão sublime encanto.

(Leia Mais...)

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Mais uma vez?

Confusão, essa é a palavra que descreve melhor o que penso nesse momento, parte de mim pede cautela, outra calma, outra pressa que o tempo é curto. E para não sair da rotina, volto a escrever quando algo mexe com meu coração, se é bom ou ruim só o tempo dirá, mas em uma viagem conheci uma pessoa que vale a pena prestar atenção, talvez seja imaginação de minha cabeça talvez não. E agora quem poderá me defender? rsss

Em uma tarde, a alegria fantasiada de mulher me atropelou como um furacão, isso, um furação que invade as mais serenas praias trazendo o caos e agonia, mas não pense em caos ou agonia em seu significado puramente e simplesmente como conhecemos, transcenda para mente. Imagine seu coração ameno em uma sublime paz e como um sopro de um furacão, aparece a “alegria” e bagunça tudo e neste momento você não sabe mais o que pensar, o que fazer, se corre, se encara ou mais uma vez cai na armadilha.
Só que dessa vez o sopro não sopra com toda sua força, pelo menos não mais em mim e não porque desisti e sim porque fortaleci os alicerces que sustentam o coração, não espero nada de bom tão pouco ruim, apenas aprendi a viver em paz e como sempre: seja o que o papai do céu quiser!

(Leia Mais...)