segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Um Velho Adolescente

Pensem em um cara confuso e olha que sempre fui muito confuso com assuntos do coração e dessa vez é uma situação nova pois conheci uma figurinha especial sem pretensões quando a conheci estava pensando apenas em fazer um social com os moradores do condomínio mas, me deu mau porque a figurinha me encanta a cada dia, a cada conversa e a cada revelação.

Sinto-me como um tolo perdido no meio do nada. Não sei se revelo todo o caos que esta atormentando minha cabeça. Penso nela muitas vezes ao dia tento resistir e não procurar ela, porém, sempre em vão, eu a conheço há uma semana e isso que sinto é muito estranho, pois, sempre fui muito cauteloso em ralação a sentimentos e ainda mais se nunca tiver nenhum contato físico. Quando converso com ela é como se o dia melhorasse, como se o céu antes nublado e carregado de nuvens se abrisse e o formoso céu azul turquesa imperasse novamente em um belo dia de verão.

Seu estilo se encaixa com toda a perfeição com sua beleza, é uma pequena notável, seu cabelo negro sempre solto combinado com uma franja enigmática e um olhar sempre profundo, hipnotiza qualquer reles mortal, sorriso que nunca acaba, alegria sem limites ela ilumina com seu brilho interior tudo ao seu redor, simpatia extrema, amiga amada e mulher desejada, contamina com o vírus do encanto tudo e todos por onde passa, impossível passar despercebida, pois, até um cego sentiria suas belas vibrações.

Agora acabei de reler o que escrevi e percebi que tudo esta muito confuso, expressa exatamente o que estou sentido, pois, estou em um belo dilema: Não sei se flerto e corro o risco de perder a companhia agradabilíssima sempre perto de mim se ela não gostar da idéia ou fico na minha com uma paixão em silencio correndo o risco de perde-la da mesma forma por se encantar por outro. AHHHHHHHH

(Leia Mais...)

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Retorno

Salve Galera apreciadora de bloggers

Após mais de um ano sem postar absolutamente nada, resolvi voltar impulsionado por dois fatos que estão acontecendo recentemente em minha vida, o primeiro o fato de nessa segunda passada resolvi para de fumar. Sou fumante dês dos meus 18 anos e hoje tenho 27 então imaginem como esta sendo difícil e o outro fato é minha mudança, mudei pra Santana – São Paulo – SP em um prédio bem bacana com uma galerinha de boa.

Agora pensem: O que tem de tão especial e qual sua ligação com o simples fato de eu ter retomado a razão e ver que fumar só estava me fazendo mal e a mudança? Se eu isolar os acontecimentos, uma coisa não tem nada haver com a outra, mas, se eu juntar os acontecimentos, me pego ansioso pela falta de nicotina e encantado por uma figurinha encantadora aqui do prédio. É estou me sentindo um adolescente babaca, fazia tempo que não me sentia assim. E como preciso estar confuso ou apaixonado pra sentir vontade de escrever estou de volta.

Vamos ver no que vai dar,

Abraços.

(Leia Mais...)